04/09/2018

Amamentação | A minha experiência


Bonjour, lovelies! O Duarte já está quase nos 11 meses e ainda não vos tinha falado do parto ou da minha experiência com a amamentação. Desde que vivo esta aventura já vi e li diversas experiências e opiniões de outras mamãs e quis partilhar convosco a minha experiência também.

O primeiro contacto entre o recém-nascido e a recém-mamã deve ser feito na sua primeira hora de vida, e foi isso que aconteceu connosco. Depois de um rápido e maravilhoso parto normal, o Duarte foi colocado no meu peito, sem ser limpo ou vestido, tal e qual como veio ao mundo, e foi o momento mais incrível de sempre! Foi mágico mesmo. Depois o Duarte mamou pela primeira vez e, ao contrário do que eu podia recear não foi nada anormal ou estranho para mim, foi como se eu já fizesse aquilo há algum tempo. Gostei tanto de o ter ali, coladinho a mim, tão pequenino.

As primeiras duas noites passadas no hospital foram muito bons, referindo o facto de que, na segunda noite, o Duarte queria mamar de 1h em 1h, o que é perfeitamente normal, como a enfermeira simpática me explicou, é quando os bebés "puxam" o leite materno.
Até aqui foi tudo muito perfeito, é verdade, até o parto. Mas é na terceira noite no hospital que começam os problemas.. Foi uma noite horrível posso-vos dizer. O meu corpo estava a produzir mais leite do que aquele que o Duarte mamava, ou seja, eu tinha muito leite. O meu peito começou a ficar muito duro, do excesso de leite, e o Duarte, pequenino, não conseguia pegar na mama para mamar. Ambos chorávamos, o Duarte porque tinha fome e não conseguia mamar e eu porque tinha imensas dores e não conseguia amamentar. Depois de muito choro e muitas técnicas para extrair o leite manualmente e aliviar o sofrimento dos dois, a situação melhorou ligeiramente.


Passados 4 dias, viemos para casa e o sofrimento aumentou. O meu peito voltou a ter excesso de leite e as dores tornavam-se insuportáveis. Com muitas, muitas dores, consegui tirar um pouco de leite com uma bomba manual (da foto) de forma a que o Duarte conseguisse mamar. Resultou, ele, realmente, conseguia mamar e alimentar-se mas eu, de cada vez que amamentava, chorava de dores. Eram horríveis e insuportáveis.
Não queria deixar de amamentar e por isso, apesar das dores, nunca desisti e quis sempre que o Duarte mama-se. A situação acabou por melhorar com o passar do tempo.

Mais ou menos aos 2 meses voltaram as dores. Confesso que não sei que dores eram piores, se as primeiras, ou estas. Estas eram inexplicáveis também porque surgiram do nada, porque não tinha ferias ou gretas.. Amamentar voltou a causar-me lágrimas mas, novamente, não queria parar de o fazer. Fiz de tudo para conseguir continuar a amamentar o Duarte e por isso decidi experimentar os mamilos de silicone da Medela. A verdade é que ao início o Duarte não queria mamar desta forma mas lá se habituou. Foi desta forma que as dores passaram e aos 3 meses, sensivelmente, voltei a tentar dar de mamar sem utilizar os mamilos de silicone. Vi que não tinha dores e por isso deixei de os usar.

Hoje, com quae 11 meses, o Duarte ainda mama quando quer e à hora que quer, e eu ADORO dar de mamar, é o nosso momento, momentos de mãe e filho que "não se explicam, sentem-se" e por isso, espero conseguir dar de mamar até quando ele quiser e eu conseguir. Há muitas coisas que não nos contam sobre a amamentação, antes de sermos mães, não nos falam das dores, da paciência para ensinar o bebé a mamar, apenas pintam tudo cor-de-rosa. A verdade é que nem tudo é cor-de-risa, mas nada substitui esta partilha de amor e carinho que vai deixar saudades.




positivity and happiness always!

7 comentários:

  1. Eu há algum tempo atrás sempre disse que não iria dar de mamar se um dia for mãe mas a verdade é que hoje com 27 anos (e ainda não sou mãe) mas a minha ideia mudou. Quero passar pela experiência da amamentação :)

    ResponderEliminar
  2. Que bom que agora tudo melhorou, babe! Nem consigo imaginar as dores que devem ser :/
    Beijinhos,
    Blog An Aesthetic Alien | Instagram | Facebook
    Youtube

    ResponderEliminar
  3. Breastfeeding can be so rough can’t it! I’m glad it’s worked out better for you in the long run lovely! Go you! xxx

    ResponderEliminar
  4. I'm so glad it worked out for you, it didn't work out for me and my little one but I believe fed is best and he's a happy healthy two year old now! I would love to try BF again with a second baby though x

    ResponderEliminar
  5. Breastfeeding is a rough ride sometimes isnt it! I'm so glad it worked out for you! x

    ResponderEliminar
  6. Aww what an interesting read! So glad it worked out for you chick x x

    ResponderEliminar
  7. This was such an interesting read for me! So glad its worked out for you chick x x

    ResponderEliminar